Notícias interessantes para aposentados e pensionistas do INSS

Segundo pesquisa da Forrester Research, até mesmo soluções customizadas estão se deslocando para a nuvem e até 2021 a nuvem representará mais de 30% do mercado total de Contact Centers da América Latina. Essa tendência foi identificada para centrais de atendimento de diferentes portes e gera benefícios como implantações ágeis, escalabilidade, gestão de home office e Call Centers remotos.

E foi com a Cloud Computing que a Promotora Presença, empresa do segmento de serviços financeiros, na área de crédito consignado, adotou home office e coworking com digitalização da central de atendimento. A plataforma ePbx Cloud, da Talktelecom, levou o gerenciamento da central de atendimento e o tráfego das ligações para a nuvem, possibilitando a Presença descentralizar seu atendimento, passando a atuar nas modalidades in company, home office e coworking. Além da adoção do Cloud Computing, a Promotora Presença passou a efetuar suas chamadas telefônicas via protocolo IP, utilizando menores tarifas, com excelente qualidade.

Com a nuvem a Promotora Presença diminuiu os custos anuais de telefonia, que eram da ordem de R$ 1.2 milhão para R$ 340 mil. Uma diminuição de 350% nos custos, que passaram a ser investidos no crescimento da companhia. Para Adão Cruz, diretor de planejamento da Promotora Presença, a empresa também conquistou outros benefícios:

• Redução média mensal de R$ 3 mil nos custos de infraestrutura e manutenção da estrutura física de TI e das posições de atendimento;
• Otimização do processo de atendimento com o Discador Automático;
• Aumento do número de ligações concluídas, da produtividade dos operadores e de 35% do volume de vendas da empresa;
• Integração dos serviços de: gravação, discador, database, DAC, URA, Voice Mail e PABX;
• Integração com o sistema de CRM, interligando os dados dos clientes às estratégias de vendas da empresa;
• Integração com SMS e torpedo fone;
• Conferência em tempo de atendimento;
• Gestão e controle dos operadores. Um “cockpit” mostra os principais indicadores da operação ao supervisor;
• Relatórios completos e detalhados por: atendente, grupo de atendentes, campanhas e ligações completadas.

O projeto foi iniciado em abril de 2016, na sede da Promotora Presença, na capital paulista, como um “projeto berçário”. Porém, a companhia foi além e aproveitou a flexibilidade que a tecnologia Cloud Computing oferece para a implementação do modelo de trabalho home office. A equipe é formada por profissionais microempreendedores, trabalhando em casa, integrados à central de atendimento por meio do KIT home office, que consta de um notebook, do aparelho IP e de um headphone, tudo cedido pela companhia. Todos os profissionais recebem treinamento presencial e online.

Humanos ainda preferem falar com humanos

A inovação tecnológica dos canais digitais de atendimento, tem permitido maior sinergia e engajamento das empresas com seu público-alvo. No entanto, ainda segundo pesquisa da Forrester, o uso da inteligência artificial em robôs de conversão e assistentes ainda precisa melhorar na visão dos entrevistados. A análise revelou que 52% dos brasileiros disseram que foram forçados a comunicar-se no meio digital por ser o único canal disponível. Em outra pergunta, 82% dos consumidores dizem preferir o atendimento físico. E 67% dizem que o humano consegue atender questões que o virtual não está apto.

Com 30% do seu atendimento realizado por microempreendedores em home office, a Presença gera a oportunidade de inclusão no mercado de trabalho de pessoas com necessidades especiais, aposentados e moradores distante da capital paulista. Hoje, os microempresários que fazem parte dos melhores do ranking de vendas, chegam a ganhar R$ 60 mil ao ano; a média recebe em torno de R$ 35 mil por ano, trabalhando uma média de seis horas por dia.

 

Fonte: Exame

0
0
0
s2smodern

Prezar por uma alimentação rica em verduras, frutas e legumes é um dos principais hábitos para uma vida mais saudável. No entanto, essa prática que faz tão bem para o corpo pode resultar em danos para o organismo. Isso porque a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou uma lista com os alimentos com maiores níveis de contaminação por agrotóxicos no Brasil.

O ranking conta com alimentos extremamente nutritivos e que colaboram para o bom funcionamento do corpo. No entanto, esses agentes tóxicos podem causar diversos tipos de reações, atingindo inclusive órgãos vitais.

 

Lista dos alimentos mais contaminados

Segundo a Anvisa, foram analisadas quase 2.500 amostras de 18 tipos de alimentos pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos de Alimentos. E o resultado surpreende negativamente: cerca de um terço dos vegetais mais consumidos no Brasil apresentaram um nível de agrotóxico acima do aceitável.

Foram considerados os seguintes critérios: análise da presença de agrotóxicos acima do nível permitido e a presença de agrotóxicos não autorizados para o tipo de alimento.

Entre todos os vegetais analisados, a batata foi o único que passou ileso, sem apresentar contaminação. Já o pimentão alcançou o primeiro lugar no ranking entre os que mais apresentaram taxas de agrotóxicos, sendo que 91,8% das amostras analisadas estavam com níveis acima do aceitável. Cerca de 1/3 dos vegetais e frutas apresentam taxas acima dos níveis aceitáveis de toxinas. O morango, o pepino e a alface apresentaram irregularidades em mais de 50% dos lotes examinados.


Como evitar produtos contaminados

A melhor forma de garantir produtos de qualidade e livres de contaminação é optando pelo consumo de produtos orgânicos, que são aqueles produzidos com métodos que não utilizam agrotóxicos sintéticos, transgênicos ou fertilizantes químicos. Com isso, sua qualidade é mantida e seus nutrientes preservados.

 

Fonte: Vivo + saudável

0
0
0
s2smodern

Importante data para o varejo, a Black Friday serviu para 1,95 milhão de consumidores realizarem pelo menos uma compra na edição de 2016, segundo pesquisa realizada pela Ebit. Para este ano, a expectativa é que as compras realizadas pela internet movimentem R$ 2,5 bilhões, segundo projeções da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico. Por conta da alta procura, o período torna-se também o mais propício para as fraudes.

Como lembra Bruno de Oliveira, criador do site E-Commerce na Prática, a Black Friday tem se tornado cada vez aguardado pelo varejo brasileiro. Com a demanda maior, é importante que os consumidores desconfiem se as compras que estão fazendo são seguras. "O importante para realizar suas compras sem frustração nessa data é estar sempre atento aos detalhes, além de procurar se informar ao máximo sobre a loja virtual em que fará a compra", explica.

 

Pensando em ajudar os consumidores a aproveitarem as promoções e realizarem compras seguras, o especialista separou algumas dicas, listadas logo abaixo. Confira:

1) Atente-se para as informações obrigatórias
Ao acessar a página de uma loja virtual, procure por dados previstos na lei do e-commerce (Decreto nº 7.962, de março de 2013), como identificação completa do fornecedor, endereço físico e eletrônico, além das características dos produtos. O texto estabelece que as lojas virtuais devem fornecer informações como telefone, endereço físico, CNPJ ou CPF e e-mail ou formulário para contato. "A falta delas indica que algo pode estar errado", indica Bruno.

 

2) Procure pelo cadeado de segurança
Qualquer informação digitada na internet, como RG ou CPF, pode ser roubada. Em sites que exigem o preenchimento desses dados, a garantia que você terá para que isso não aconteça está no cadeado que aparece no lado esquerdo da sua barra de endereços. "Esse é um detalhe importante, ao qual o consumidor deve se atentar, pela sua própria segurança", explica.

 

3) Procure por certificados de segurança
Alguns certificados podem não ser totalmente confiáveis, uma vez que muitos selos podem ser copiados de outras páginas sem autorização de uso. Para confirmar que o selo de segurança é verdadeiro, clique sobre ele e aguarde ser redirecionado para a página original da empresa que oferece o certificado. Oliveira também recomenda que "ao realizar compras em um e-commerce que você já possui cadastro, faça seu primeiro login utilizando dados falsos. Apenas um e-commerce falso aceitará dados incorretos", esclarece.

 

4) Pesquise a reputação da loja
Antes de finalizar a compra, verifique o que outras pessoas falam sobre a loja em questão em blogs, redes sociais ou sites especializados, como o Reclame Aqui. "É possível encontrar referências em relação à edição do ano anterior sobre as empresas que mais obtiveram reclamações nesse período, dessa forma evitando transtornos", explica Oliveira. Outra fonte de informações sobre as empresas é a lista do Procon de páginas identificadas como suspeitas.

 

5) Verifique os preços e prazos
Por conta do alto volume de vendas durante esse período, é possível que as empresas aumentem o prazo de entrega para dar conta de todos os pedidos. "É preciso ficar de olho nesses detalhes e estar atento às condições da compra para saber se ela está de acordo com sua necessidade", alerta. Segundo ele, algumas empresas alteram os valores de suas ofertas na véspera para concederam falsos descontos na data.

"Esse é um tipo de fraude que normalmente só será notada por quem já está familiarizado com os valores dos itens de interesse. Por isso, invista mais tempo para pesquisar e, se já souber o que deseja comprar, faça buscas constantes antes da Black Friday. Assim você saberá se o valor pedido realmente vale a pena", orienta Oliveira.

 

Fonte: Economia - iG

0
0
0
s2smodern

A chia é conhecida por ser um superalimento. Isso porque a semente concentra altos níveis de nutrientes essenciais para ter uma boa qualidade de vida, ajudando na manutenção da saúde. Ela é rica em carboidratos, proteínas, ácidos graxos poli-saturados, fibras e gordura boas. Além disso, contém Vitamina A, Vitamina B, Vitamina C e Vitamina E, minerais como Ferro, Magnésio, Cálcio, Fósforo, Potássio e Zinco. Com tantos nutrientes, descubra quais os benefícios da chia para a saúde.

 

Benefícios da chia

Confira abaixo por que você deve inserir a chia na sua rotina alimentar diária:

Perda de Peso
Por serem ricas e fibras, as sementes de chia conferem a sensação de saciedade. Com isso, a pessoa terá uma consequente perda de peso. Além disso, elas ajudam na melhoria da digestão, não contêm açúcar e são fonte de energia.

Combate a Diabetes
A chia é rica em fibras solúveis que, em contato com a água, ajudam a controlar o nível de glicose no organismo e a evitar picos de insulina.

Fortalecimento dos ossos
Por ser rica em cálcio, a chia ajuda no fortalecimento do esmalte dos ossos e melhora a densidade óssea. Por isso, a semente é conhecida por deixar dentes e ossos mais fortes.

Melhoria da digestão
As fibras presentes na chia ajudam na limpeza do trato digestivo e promove o movimento do intestino saudável. Elas ajudam ainda com as boas bactérias presentes no sistema digestivo.

Protege o coração
Por ser rica em ômega-3 ácidos graxos, a chia colabora para a diminuição do nível de colesterol LDL e aumenta o nível de HDL no corpo. A semente é uma aliada para manter a saúde do sistema cardiovascular.

Melhora a Pele
A chia é rica em antioxidantes e têm propriedades anti-inflamatórias. Por isso, ela ajuda a melhorar a textura da pele, combatendo espinhas e furúnculos. O óleo da semente pode ser aplicado sobre a pele seca e lábios, agindo como um hidratante natural.

 

Receitas com chia

Confira duas receitas para você inserir a semente em sua rotina alimentar:

 

Tapioca com chia

Ingredientes:

2 colheres (sopa) de farinha de tapioca (goma de mandioca hidratada)
1 colher (sopa) de semente de chia
2 colheres (sopa) de queijo cottage
5 tomates cerejas
Folhas de manjericão

Modo de preparo:

Misture a farinha de tapioca com a chia e despeje a mistura em uma frigideira quente. Espere virar uma massa dourada e vire. Acrescente o queijo cottage, o tomate e o manjericão. Sirva em seguida.

 

Salmão com chia

Ingredientes:

• 1 filé de salmão;
• 2 colheres de sopa de chia;
• Pitada de sal;
• Pimenta do reino a gosto.

Modo de preparo:

Tempere o filé de salmão com sal e pimenta. Passe na chia, como se estivesse empanando. Dê uma apertada para fixar e leve para grelhar. Sirva com o acompanhamento que desejar.

 

Fonte: Vivo + saudável

0
0
0
s2smodern

Quanto mais a idade avança, mais frequentes são as dores e maiores são as dificuldades de locomoção. Isso fica pior quando, em vez de adotar uma vida mais ativa, a pessoa se entrega ao sedentarismo. A musculação para idosos é um hábito saudável, que ajuda a amenizar as intempéries da idade e dar maior qualidade de vida a quem a pratica.

Afinal, mais importante que prolongar os anos que temos pela frente é garantir a manutenção da nossa capacidade funcional e a independência pelo maior tempo possível. Ou você não se importa em precisar dos cuidados de alguém para realizar as atividades mais básicas? A musculação existe justamente para que essa capacidade de fazer as tarefas sozinho não seja perdida.

 

Musculação para idosos exige cuidados

Apesar dos evidentes benefícios, a prática da musculação na terceira idade não deve ser indiscriminada. Esse tipo de exercício é contraindicado principalmente para quem sofre de insuficiência cardíaca, miocardite ativa, angina pectoris, embolia recente, doenças infecciosas agudas, hipertensão severa e outros tipos de arritmias.

A recomendação principal é jamais começar uma rotina de atividades físicas sem o aval de um médico. Caso ele permita, é fundamental contar com um profissional de Educação Física ou um fisioterapeuta, que fará uma avaliação física e desenvolverá um programa de exercícios individualizado.

Alguns cuidados devem ser permanentes: antes e depois de cada sessão de treinamento, os exercícios de aquecimento e relaxamento são essenciais. O idoso deve esperar pelo menos duas horas após as refeições antes de praticar as atividades, além de manter-se sempre muito bem hidratado.

Sentindo tonturas, falta de ar, náusea, dores, febre e outros sintomas que causem desconforto, a recomendação é parar a atividade e consultar um médico. O mesmo deve acontecer caso alguma articulação esteja inchada, vermelha ou sensível ao toque.

 

Benefícios da musculação para idosos

Se você ainda não está convencido de como a musculação para idosos vale a pena, listamos mais alguns dos benefícios. Confira:

Mais autonomia

Como já dito, a principal vantagem da musculação na terceira idade é a autonomia para seguir uma vida independente. Fortalecendo a musculatura, o idoso fica menos suscetível a quedas, que comumente ocasionam a quebra de um osso.

Ossos fortalecidos

Falando em ossos quebrados, os exercícios de musculação aumentam a densidade óssea. Ou seja, o idoso que trabalha os músculos tem menos chance de desenvolver osteoporose, evitando fraturas.

Menos dores

Sabe aquelas dores na coluna ou nos joelhos, das quais os idosos vivem se queixando? A musculação comprovadamente ajuda a combater dores em articulações e ainda melhora a postura corporal.

Menos gordura

Manter uma rotina regular de exercícios ajuda a reduzir a gordura corporal e, portanto, as doenças relacionadas a ela. Isso também colabora para perder peso e levar uma vida mais confortável.

Melhor sono

Todo mundo faz questão de uma noite de sono tranquila. É fato que quem pratica exercícios dorme mais rápido, mais profundamente e com menos interrupções. Ou seja, tem um sono de maior qualidade.

Bem-estar mental

Não há como dissociar os fatores anteriores do bem-estar psicológico. Além de aumentar os níveis de serotonina no corpo, melhorando o humor e prevenindo a depressão, a manutenção da autonomia de um idoso no seu dia a dia tem influência inequívoca na autoestima e na qualidade de vida.

 

Fonte: Vivo + saudável

0
0
0
s2smodern

Fale conosco

4040 4400

Capitais e Regiões Metropolitanas

0800 771 3041

Demais regiões 

11 9 6317 7060

Whatsapp

Qualidade

Atendimento ao cliente:

11 9 6317 7060

Whatsapp

Correspondentes

logo bancos2

REDES SOCIAIS

logo fblogo youtubelogo twitter

 

 

consultecnpj3 

Copie e cole: 07223958000190

Aprovado pela Instrução Normativa RFB nº 1.634, de 06 de maio de 2016. Empresa em conformidade a RESOLUÇÃO Nº 3.954 do BANCO CENTRAL DO BRASIL. 

A Presença jamais solicita depósito em conta corrente, nem mesmo a antecipação de dinheiro em suas operações de crédito.